11 itens pessoais que não devem ser compartilhados, mesmo com pessoas mais íntimas

Sabemos que é muito legal compartilhar com outras pessoas um ou outro item que nos pertence. Mas em certos casos esta não e uma boa ideia.

Um exemplo disso são os fones de ouvido. O uso frequente de fones de ouvido aumenta o crescimento bacteriano no ouvido, de acordo com este estudo. Sem mencionar que o compartilhamento de fones de ouvido aumenta o risco de contrair bactérias “ruins” e pode levar a diferentes infecções de ouvido. Para proteger sua saúde, é melhor não compartilhar com ninguém determinados itens.

Provavelmente você já saiba, mas não custa ter essas informações para mostrar àquelas pessoas que insistem em pedir certos itens emprestados:

1. Cortadores de unas

Não podemos ver, mas há uma enorme quantidade de bactérias, vírus e microorganismos fúngicos nos dedos e unhas humanos. Portanto, cortadores de unhas comuns podem se tornar um vetor de infecções. Assim, o uso do cortador de unhas de outra pessoa aumenta o risco de doenças fúngicas e HPV (papilomavírus humano).

2. Brincos

Existem muitos vasos sanguíneos nos ouvidos. É por isso que é muito fácil ser infectado por doenças transmitidas pelo sangue simplesmente usando brincos de amigas. Da próxima vez que você quiser emprestar brincos, limpe-os com álcool.

3. Bálsamo labial ou batom

© Depositphotos.com

Sob a superfície dos lábios, também há vasos sanguíneos. Eles estão prontos para carregar tudo o que você coloca nessa parte do rosto na corrente sanguínea – até mesmo micróbios. O vírus do herpes pode ser transmitido de uma pessoa para outra quando compartilha um bálsamo ou batom, mesmo que o portador não tenha sintomas visíveis da doença.

4. Pinça de sobrancelha

Se você usar a pinça de outra pessoa para remover alguns fios extras, isso não é assustador. Mas se você usá-la para se livrar de pelos muito encravados e aparecer sangue, esta ferramenta pode causar doenças graves no futuro. Nesse caso, as pinças podem ser portadoras de hepatite C e HIV. Se não houver outra opção a não ser compartilhar as pinças, desinfete-as com álcool.

5. Desodorante roll-on

Os desodorantes rool-on podem causar infecções graves, especialmente se a bactéria entrar em feridas pequenas após a depilação. Desodorantes perfumados apenas mascaram o cheiro e não impedem a multiplicação de bactérias. Portanto, escolha sempre desodorantes com ingredientes antibacterianos e não os compartilhe, mesmo com sua família.

6. Sabonete em barra

Microorganismos cobrem uma sabonete após cada uso – não apenas micróbios inofensivos, mas também vírus perigosos. O pior de tudo é quando o sabonete está em uma saboneteira molhada. Isso porque a umidade cria um ambiente ideal para o crescimento de bactérias, fungos e vírus. Para reduzir o risco de infecção, use sabão líquido de um dispensador.

7. Escovas de cabelo

Nunca empreste sua escova de cabelo a ninguém e não use a de outra pessoa. Isto aumenta o risco de pegar parasitas, como piolhos, sarna e até infecções por estafilococos. Se você compartilhar uma escova de cabelo, limpe-a imediatamente com um desinfetante. Mas a melhor maneira de se proteger não é compartilhando uma escova de cabelo.

8. Toalhas

A toalha é um terreno fértil para germes, especialmente quando ela está pendurada em um banheiro com alta umidade. Se a sua toalha cheira a mofo, isso significa que há um desenvolvimento de fungos e bactérias nela. Essa toalha pode infectar seu dono com infecções fúngicas e bactérias que causam erupções cutâneas, acne e conjuntivite. Para eliminar esse perigo, lave a toalha após 4-5 usos, e sempre a deixe secar completamente.

9. Buchas de banho

© Depositphotos.com

Uma bucha de banho não tem tempo para secar completamente entre os usos. Portanto, ela é uma excelente fábrica de germes para as mesmas bactérias que vivem em toalhas. Seque a sua bucha completamente, não a compartilhe com ninguém e ventile o banheiro todos os dias.

10. Pincéis de maquiagem

© Malvestida Magazine / Unsplash   © Makhmutova Dina / Unsplash

Evite compartilhar produtos de maquiagem que entrem em contato com fluidos corporais, como lágrimas, mucosa nasal, saliva, sangue ou acne. Isso significa que é melhor não compartilhar delineador, sombra, rímel, corretivo, base de maquiagem, batom e rouge. Além disso, não empreste a ninguém seus pincéis de maquiagem e nunca use amostras nas lojas de cosméticos.

11. Fontes de ouvido

Os fones de ouvido de outras pessoas podem causar crescimento bacteriano nos ouvidos. O risco aumenta se você usá-los durante um treino: calor e umidade adicionais contribuem para o seu desenvolvimento. Além disso, se você compartilhar fones de ouvido, há uma possibilidade de bactérias como Streptococcus e Staphylococcus entrarem no ouvido e causarem infecções, furúnculos e pústulas. Se você ainda quiser compartilhar esse acessório com alguém ou pedir emprestado, limpe os fones de ouvido com um cotonete embebido em álcool.

(Fonte)

Então já sabe: não se trata de egoísmo, mas sim de boa higiene pessoal.

Compartilhe com as pessoas queridas: