16 coisas absurdamente grandes na Terra – extintas e não extintas

Compartilhe com amigo(a)s! Obrigado. :)

Antigamente o mundo era governado por criaturas muito maiores do que nós, mas ainda hoje a natureza pode nos surpreender com suas criações enormes.‎

Veja essas 16 coisas, algumas já extintas e outras não, que são muito, mas muito grandes mesmo:


‎16. Sequóias‎

As árvores sequóias são os maiores seres vivos neste planeta (em volume). Elas podem crescer de 85 a 115 metros de altura, e de 8 a 12 metros de diâmetro.‎

‎15. Amphicoelias‎

‎© Meridas/wikimedia‎

‎Amphicoelias é o maior animal que já existiu na Terra. Estes dinossauros herbívoros viveram há 145 milhões de anos. Eles poderiam chegar a 58 metros de comprimento, e uma vértebra deste animal era de 2,5 metros.‎

 

‎14. Titanoboa cerrejonensis‎

‎© imgur‎

‎Titanoboa cerrejonensis é uma parente próximo de uma jibóia, mas muito maior. A Titanoboa cerrejonensis, viveu há 58 milhões de anos e podia atingir 13 metros de comprimento. Uma piton reticulada, que vive hoje em nosso planeta, só pode crescer até 7,5 metros.‎‎

 

13. Jaca‎

A jaca é a maior fruta que cresce em árvore do mundo. Pode chegar a 90 cm de comprimento e 50 cm de diâmetro.‎

 

‎12. Argentavis‎

‎© genesispark‎

O Argentavis magnificens viveu há 5 milhões de anos. É uma das maiores aves da história da Terra. A envergadura de suas asas poderia chegar a quase 7 metros, e ela comia roedores.‎

 

11. Caverna Paraíso‎

‎© rdeboodt/instagram‎

‎Uma das cavernas do Parque Nacional Phong Nha-Ke Bàng, no Vietnã,é considerada a maior e mais bela caverna do mundo. A maior câmara tem mais de 5 quilômetros de extensão, 200 metros de altura e 150 metros de largura.‎

 

‎10. Raflésia

‎© wikimedia‎

‎A raflésia é a maior flor do mundo. Pode chegar a mais de 100 centímetros de diâmetro. A flor também é conhecida por seu cheiro de carne podre. ‎

9. Veado gigante

‎© imgur‎

‎O Veado ou cervo gigante surgiu há cerca de 2 milhões anos. Quando as florestas começaram a espalhar-se em espaços abertos, cervos gigantes extinguiram, porque seus chifres grandes (mais de 5 metros de largura) tornaram impossível para eles se movessem entre ramos densos.‎‎

Continua na próxima página…

Termos recentes de pesquisa:


Compartilhe com amigo(a)s! Obrigado. :)