Cães preferem reggae e soft rock, sugere pesquisa

Compartilhe com as pessoas queridas:

De acordo com pesquisadores, os cães parecem preferir reggae e soft rock do que outros gêneros musicais.

A SPCA (Sociedade para Prevenção de Crueldade aos Animais) e a Universidade de Glasgow, na Escócia, publicaram um trabalho mostrando os efeitos da música no comportamento dos cães.

Os pesquisadores tocaram uma variedade de estilos musicais para os cães num centro de relocalização de lares para cães em Dumbarton, e avaliaram as mudanças psicológica e comportamentais.

cães

O Professor Neil Evans disse que as mudanças comportamentais mais positivas foram vistas quando tocaram reggae e soft rock para os cães.

Embora estes gêneros musicais foram mais óbvios, ele disse que o estudo sugeriu que cada cão tinha seu próprio gosto musical. O Professor Evans disse:

De forma geral, a reação a diferentes gêneros era variada, o que realçou a possibilidade de que, como humanos, nossos amigos caninos têm suas próprias preferências musicais individuais.

Foram tocados cinco gêneros diferentes de música para os cães: soft rock, Motown, pop, reggae e música clássica.

O estudo sugeriu que os cães despenderam “uma significante quantidade de tempo deitados e muito menos tempo em pé” quando música era tocada, independentemente do gênero.

Ao medir o batimento cardíaco dos cães, os pesquisadores disseram que eles mostraram um declínio nos níveis de estresse quando a música era tocada – particularmente quanto era soft rock ou reggae.

Amy Bowman, uma estudante PhD, disse:

Estávamos entusiasmados em explorar que efeitos ocorriam ao tocarmos os diferentes gêneros musicais.

Ficou claro que as mudanças fisiológicas e comportamentais observadas eram mantidas durante os testes, quando os cães ficavam expostos à uma variedade de músicas.

O SPCA escocês disse que agora iria investir em sistemas de sons para todos os canis.

Gilly Mendes Ferrenira, do SPCA escocês disse:

No momento ambos centros de Glasgow e Ediinburgo são capazes de tocar música em seus canis.

No futuro, todos os centros serão capazes de oferecer aos nossos amigos de quatro patas uma lista musical aprovada pelos caninos, com a visão de estender a pesquisa para outras espécies em nosso cuidado.

A caridade de bem-estar animal da Escócia liberou uma pesquisa em 2015, a qual mostrava o impacto de música clássica no comportamento dos cães.

O violoncelista da Orquestra Sinfônica Nacional, David Teie, também estudou quais sons os gatos preferem, e compôs música que eles acharam suavizadora.

Então, agora você já sabe como acalmar seu cão…

eak

Fonte


Compartilhe com as pessoas queridas: