Apartamento em Paris é aberto após 70 anos. O que encontraram dentro os deixou de boca aberta

Compartilhe com amigos! Obrigado

Um apartamento em Paris, fechado por mais de 70 anos, foi descoberto no Quartier de Pigalle…

Setenta anos mais tarde, um leiloeiro abriu o apartamento e descobriu trabalhos de arte que foram avaliados em milhões!

O romance começou há mais de 100 anos no coração de Paris… mas permaneceu em segredo durante todos estes anos, para somente ser descoberto por alguns leiloeiros, especialistas em arte e historiadores.

Casas de leilões geralmente são comissionadas para fazer um levantamento daqueles que faleceram, mas esta história contém romance e beleza como poucas outras. Imagine só a surpresa do Monsieur Oliver Choppin-Javry, que foi encarregado com a tarefa de fazer o levantamento, quando ele fez a descoberta…

Embora talvez ele tenha sido alertado que o apartamento era velho, ele não tinha a menor ideia do tesouro que estava para ser aberto. O apartamento parisiense ficou fechado por 70 anos…

 

Madame de Florian, de vinte e três anos, abandonou seu apartamento em Paris, na França, em 1939.  Intocado e fechado, com o aluguel pago, o apartamento silenciosamente acumulou quase um século de poeira, escapando a destruição da Segunda Guerra Mundial e os ladrões em potencial

Madame de Florian foi para o sul, em direção à zona livre, onde a segurança e a proteção esperavam por ela.

Ela nunca conseguiu retornar ao apartamento. Porém, ela continuou a pagar o aluguel pelo resto de sua vida. Em 2010, Madame de Florian faleceu com noventa e um anos.

 

Foi após sua morte que os parentes e seus herdeiros descobriram sobre seu apartamento em Paris. Eles contrataram um leiloeiro chamado Olivier Choppin-Janvry para levantar o espólio de quaisquer pertences de valor abandonados no apartamento.

Ao abrirem a porta, o leiloeiro e toda sua equipe ficaram emudecidos. O apartamento era uma foto perfeita da era antes da Segunda Guerra Mundial.

 

 

Mais importante, havia muitos tesouros valiosos escondidos no apartamento. A sala de jantar estava completamente estocada com porcelanas e cristais. Trabalhos de arte tinham sido removidos das paredes, como se estivessem prontos para serem transportados, mas a proprietária nunca teve tempo suficiente.

Apartamento em Paris é aberto após 70 anos

 

Esta penteadeira parece estar esperando o retorno de sua proprietária. Há escovas, maquiagem e vidros de perfume espalhados por cima dela.

Apartamento em Paris é aberto após 70 anos

 

No canto de um dos cômodos você pode encontrar um Mickey Mouse original, e um boneco do gaguinho. eles todos refletiam a era antes da Segunda Guerra Mundial.

 

Talvez a descoberta mais importante foi a pintura de uma linda mulher numa camisola cor-de-rosa. Ao analisarem melhor, descobriam que esta mulher era Marthe de Florian, avó da Madame De Florian.

Primeiramente o artista não foi reconhecido, porém mais tarde descobriram, com a ajuda de pesquisadores, que a pintura foi feita por Giovanni Boldini, um pintor italiano da Belle Epoque.

Marthe de Florian foi uma atriz parisiense muito conhecida que teve um estilo de vida luxuoso e abundante. Uma coleção de cartas de amor pôde ser encontrada no apartamento, e elas eram de muitos pretendentes famoso, inclusive Primeiros Ministros e Presidentes da Rancé.

Embora Marthe tenha sido a modelo da pintura de Giovanni, maiores investigações mostraram que os dois eram amantes.

O retrato de Marthe foi finalizado em 1888, quando ela tinha vinte e quatro anos. Em 2010, a pintura foi vendida por US$ 3,4 milhões, após ter sido descoberta no apartamento abandonado. Esse foi o mais valioso de todos os trabalhos de Giovanni.

eak

Fonte


Compartilhe com amigos! Obrigado