Cientistas descobrem como carregar conhecimento em seu cérebro

Compartilhe com amigo(a)s! Obrigado. :)

Injetar o conhecimento diretamente em seu cérebro, assim como no clássico de ficção científica The Matrix, poderá, em breve, precisar de tão pouco esforço quanto para adormecer, acreditam os cientistas.

Pesquisadores afirmam ter desenvolvido um simulador que pode alimentar a informação diretamente no cérebro de uma pessoa e ensiná-la novas habilidades em um curto período de tempo, fazendo assim a “vida imitar a arte”.

 

Eles acreditam que poderiam ser os primeiros passos no desenvolvimento de software avançado que fará a aprendizagem instantânea do estilo Matrix, uma realidade.

No clássico de ficção científica, o protagonista Neo é capaz de aprender kung fu em segundos, depois que a arte marcial é “carregada” diretamente para o seu cérebro.

 

Pesquisadores do HRL Laboratories, com sede na Califórnia, dizem ter encontrado uma maneira de ampliar a aprendizagem, apenas em uma escala muito menor do que visto no filme de Hollywood.

Eles estudaram os sinais elétricos no cérebro de um piloto treinado e, em seguida, alimentaram os dados em sujeitos novatos enquanto eles aprendiam a pilotar um avião em um simulador de voo realista.

 

O estudo, publicado na revista Frontiers in Human Neuroscience, descobriu que os indivíduos que receberam estimulação cerebral através de bonés de eletrodos incorporados melhoraram suas habilidades de pilotagem e aprenderam a tarefa 33 por cento melhor do que um grupo placebo.

O Dr. Matthew Phillips explicou:

Nosso sistema é um dos primeiros deste tipo. É um sistema de estimulação cerebral . Parece uma espécie de ficção científica, mas há uma grande base científica para o desenvolvimento do nosso sistema.

A tarefa específica que estávamos considerando era a de pilotar um avião, que requer uma sinergia do desempenho cognitivo e motor.

Quando você aprende algo, seu cérebro muda fisicamente. As conexões são feitas e reforçadas em um processo chamado neuro-plasticidade. Acontece que certas funções cerebrais, como a fala e a memória, estão localizadas em regiões muito específicas do cérebro, do tamanho do seu mindinho.

O Dr. Matthews acredita que o estímulo cerebral poderia eventualmente ser implementado para tarefas, tais como aprender a dirigir, a preparação de exames e aprendizagem de línguas:

O que nosso sistema faz é realmente alvejar essas mudanças em regiões específicas do cérebro conforme você aprende. O método em si é realmente muito antigo. Na verdade, os antigos egípcios, há 4000 anos, usaram peixes elétricos para estimular e reduzir a dor. Até mesmo Benjamin Franklin aplicou correntes elétricas à sua cabeça, mas a rigorosa investigação científica desses métodos começaram no início dos anos 2000 e estamos construindo tendo essa pesquisa como base, para almejar e personalizar um estímulo da forma mais eficaz possível.

Seu cérebro é muito diferente do meu quando desempenhamos uma tarefa. O que descobrimos é… a estimulação cerebral parece ser particularmente eficaz na melhora do aprendizado.

Estamos caminhando a passos largos para um mundo onde poderemos formatar as pessoas da forma que melhor lhes convir.

 

n3m3

 

Fonte


Compartilhe com amigo(a)s! Obrigado. :)