Firma italiana de arquitetura é contratada para construir “Cidade Floresta” na China

Compartilhe com as pessoas queridas:

Para aqueles que não sabem, a cidade de Nanjing, no leste da China, e muitas das áreas urbanas daquele país, sofrem com poluição intensa e perigosa. O índice de qualidade do ar em Nanjing está em 132, o que é um nível considerado insalubre para a população.

A empresa italiana de arquitetura, Stefano Boeri Architetti, que carrega o nome de seu proprietário, trabalha com coisas naturais e está mais do que familiarizada com a redução da poluição. Ela irá construir duas torres, inicialmente em Nanjing, que serão cobertas de plantas, a fim de reduzir a poluição por lá. Estes dois arranha-céus terão cerca de 1.100 árvores e 2.500 arbustos em cascata, através de telhados e varandas. A construção destes edifícios deverá ser encerrada no próximo ano. Mas é necessário muito mais do que isso, e é aqui que a cidade floresta entra.

O objetivo de Stefano era o de construir uma cidade inteira e agora isto está sendo encomendado pelo Planejamento Urbano do Município de Liuzhou, a fim de que o projeto seja executado no norte de Liuzhou, ao longo do rio Lijiang. Esta cidade hospedará cerca de 30 mil pessoas em uma comunidade onde todos os edifícios são cobertos por milhões de plantas. Essas plantas absorverão CO2 e poeira fina e criarão toneladas de oxigênio, melhorando a qualidade do ar. Esta cidade beneficiará todo o país.

Foi dito que esta Cidade Floresta também será auto-suficiente e irá gerir fontes de energia renováveis, tais ​​como a energia solar. Será uma cidade incrível. Se este projeto for bem sucedido, será um exemplo maravilhoso para o resto do mundo. O projeto está em andamento e deve ser concluído em algum momento de 2020.

Dê uma olhada nas imagens abaixo para ver exatamente o que Stefano Borei Architetti projeta para esta cidade:

Cidade Floresta

Não é fantástico? O mundo todo deveria adotar essa estratégia.

n3m3

Fonte


Compartilhe com as pessoas queridas: