Cientistas conseguem reverter rugas e calvície em camundongos. Os próximos serão os humanos

Compartilhe com as pessoas queridas:

Cientistas conseguem reverter rugas e calvície em camundongos

Cientistas da Universidade de Alabama-Birmingham (EUA) conseguiram reverter as rugas e a calvície em camundongos, o que poderia abrir caminho para futuros produtos antienvelhecimento.

Um dos sinais mais comuns e visíveis do envelhecimento é o enrugamento da pele e a queda de cabelos, e isso pode ser uma coisa do passado, se o estudo realizado pela UAB em camundongos puder ser reproduzido em humanos.

Cientistas da UAB induziram uma mutação nos camundongos que os fez enrugar e perder cabelo, e quando essa mutação foi revertida, as rugas desapareceram e o pelo voltou a crescer.

O gene que os cientistas modificaram causou uma disfunção mitocondrial dentro dos roedores, mas eles foram capazes de eliminar os efeitos do envelhecimento ao reverter a mutação. Os resultados do estudo foram publicados em Cell Death and Disease, e revela que as mitocôndrias podem desempenhar um papel fundamental na perda de cabelo e rugas.

O cientista líder no estudo, Keshav Singh disse:

Este modelo em camundongos deve proporcionar uma oportunidade sem precedentes para o desenvolvimento de estratégias de desenvolvimento de medicamentos preventivos e terapêuticos para aumentar as funções mitocondriais no tratamento da patologia cutânea e capilar, associadas ao envelhecimento e outras doenças humanas, nas quais a disfunção mitocondrial desempenha um papel significativo.

(Fonte)

Então, o remédio é manter o bom humor enquanto eles aperfeiçoam a cura…


Compartilhe com as pessoas queridas: