Cientistas descobrem um reino completamente novo de vida

Cientistas descobrem um reino completamente novo de vida

Pesquisadores da Nova Escócia, Canadá, descobriram uma espécie única que parece ser de um reino completamente novo da vida, separado das plantas, animais e praticamente todo o resto. A nova descoberta nos ajuda a aprender mais sobre a vida na Terra e como ela evoluiu.

Numa floresta da Nova Escócia, a estudante de biologia Yana Eglit, da Universidade Dalhousie, estava fazendo caminhadas e decidiu coletar algumas amostras de terra. Quando voltou ao laboratório para analisá-las, descobriu uma estranha criatura microscópica que só vira uma vez antes: um hemimastigota.

Hemimastigotas têm sido estudados desde o século XIX, então não é como se Eglit tivesse acabado de descobrir uma nova espécie. No entanto, os biólogos do século XIX não tinham acesso à moderna tecnologia de sequenciamento de DNA, por isso ficaram realmente desorientados com essas criaturas. Até agora, os hemimastigotas nunca tiveram seu DNA sequenciado.

Essa nova sequência de DNA revelou uma surpresa: os hemimastigotas estão tão distantes de todas as outras formas de vida que provavelmente merecem a designação de seu próprio reino. Os pesquisadores descobriram que essas novas criaturas se desviaram de outras formas de vida há cerca de um bilhão de anos, quando existiam apenas algumas formas de vida multicelulares.

Então, o que significa o fato dos hemimastigotas terem seu próprio reino? No nível mais alto, toda a vida é classificada em um de três ‘domínios’. Bactérias formam um domínio; seus parentes próximos, archaea, formam outro. O último domínio abrange todo o resto, comumente referido como ‘eucariontes’. Os hemimastigotas são pelo menos semelhantes o suficiente dos animais e outras formas de vida, que podem se encaixar no domínio eucariota.

Mas além disso, não há outras semelhanças entre hemimastigotas e outras formas de vida. Todos os membros do domínio eucariota são organizados em um punhado de ‘reinos’, embora ainda haja algum debate sobre quantos deles existem. Os mais comumente reconhecidos são: animais, plantas, fungos, algas e ‘protistas’, que é basicamente apenas uma categoria abrangente para coisas que não se encaixam em um dos outros quatro grupos.

Mas os hemimastigotas são tão estranhos e diferentes que não podem se encaixar em nenhuma dessas categorias – até mesmo a de todos – levando os pesquisadores da Dalhousie a propor um novo reino só para eles. Esta decisão não pode ser tomada com ligeireza, é claro, e ainda tem que ser verificada por outros cientistas. Mas destaca como a vida incrivelmente diversa pode ser.

(Fonte)

Termos recentes de pesquisa:

Compartilhe com as pessoas queridas: