Como se motivar para se exercitar quando você está deprimido(a)

Compartilhe com amigos! Obrigado

Como se motivar para se exercitar quando você está deprimido

Todo mundo sabe que se você está sofrendo de depressão, fazer exercício físico é uma ótima maneira de inundar seu sistema com endorfinas. O problema é que a depressão tem uma maneira de minar toda a sua motivação, seja para se exercitar, ou ir para o trabalho, ou … bem, fazer qualquer coisa, na verdade. Então, como você supera esse obstáculo e consegue se exercitar para combater a depressão?

Aqui estão alguns conselhos:

A depressão é um transtorno mental e também tem um efeito importante no corpo. Estamos falando de insônia, fadiga e um sistema imunológico enfraquecido. E, embora o exercício possa ser um método comprovado para tratar a ansiedade e a depressão, os sintomas às vezes fazem com que os exercícios pareçam impossíveis. É um ciclo de sugação de motivação, mas, felizmente, existem algumas técnicas psicológicas que podem ajudar você a superar esse obstáculo e começar a fazer com que sua aptidão física funcione a favor da sua saúde mental, e não contra ela.

Não espere pela motivação. Se você está apenas esperando a motivação chegar, entenda que ela não virá. Se você alguma vez se encontrar dizendo: “Eu correrei mais tarde, quando tiver vontade”, você deve seguir em frente e fazê-lo. Pode lhe insentivar a imaginar a maneira como você se sentirá quando terminar.

Torne isso um ato social. Trabalhar com um(a) colega torna seu exercício mais eficaz. Isso também ajudará você, pois é mais difícil pular um treino se o/a seu/sua colega de treino estiver esperando por você! Você também pode dobrar seus esforços de combate à depressão apenas conversando com alguém. Compartilhar sua atividade física com alguém faz com que você fique mais feliz.

Dê um tempo. Às vezes você simplesmente não vai se sentir fisicamente ou emocionalmente capaz de se exercitar. Tudo bem. Em vez disso, cuide-se de outras maneiras – tente sentar-se ao Sol, fazer uma refeição saudável ou ler um bom livro.

Amplie seus horizontes de exercício. Talvez, quando você pensa em ‘se exercitar’, pense no inferno em que as aulas de educação física do ensino médio o fez passar. Mas não precisa ser assim. Dar um passeio no parque é exercício, e assim também é um passatempo ativo como andar de bicicleta ou jogar tênis. Encontre uma atividade que seja divertida e que você possa esperar ansiosamente por ela, e tente não pensar nela como um exercício.

Obtenha alguma motivação tecnológica. Às vezes, você só precisa do tipo certo de estímulo. Se você só se exercita quando se atém a um determinado cronograma e rotina, o aplicativo 7-Minute Workout pode ser o que você está procurando. Mas se você precisar de mais motivação imaginativa, você pode tentar Zombies, Run!, um jogo de realidade aumentada onde você corre como se sua vida dependesse disso.

Use roupas de exercício. Pode parecer bobo, mas o ato de simplesmente usar roupas de ginástica pode motivá-lo a se exercitar mais. Chama-se cognição enclausurada e significa que o que você veste afeta sua maneira de pensar. Da próxima vez que você sentir que deveria se exercitar, mas você realmente não quer, apenas se comprometa a vestir roupas de ginástica – se você se exercitar, ótimo; se você não fizer, não é grande coisa.

Exercícios que funcionam

Acredite ou não, há um treino que é garantido de fornecer os melhores resultados: o treino que você realmente faz.

Estamos lhe dando algumas sugestões para rotinas de exercícios que podem ajudá-lo a sair de uma crise, mas não há uma maneira ‘certa’ de fazer isso – o importante é que você encontre uma rotina que você goste o suficiente para mantê-la.

O Cardio é uma recomendação comprovada para pessoas com depressão tentando colocar seus corpos de volta em movimento. Demonstrou-se que o exercício aeróbico regular é tão eficaz quanto os antidepressivos, portanto, não é surpreendente que a corrida muitas vezes esteja no topo da lista de exercícios para alavancar seu humor.

Mas aqui está uma ideia: se a sua depressão está ligada à sua agressão (se você está sufocando ou se afogando nela), um treino aeróbico agressivo como o boxe pode ser mais terapêutico.

Isso não significa que você deva desconsiderar exercícios anaeróbicos – você nem sempre se sentirá pronto para correr, e provavelmente vai querer misturar um pouco de tudo de qualquer maneira. Há sempre a ioga, que a pesquisa sugere poder aliviar a depressão através de técnicas de respiração serena. Outros estudos descobriram que o treinamento de resistência, como o levantamento de peso, é tão eficaz quanto a atividade aeróbica para combater a depressão.

Acima de tudo, lembre-se de dar um tempo de vez em quando. Você não vai poder se exercitar todos os dias, e pode acabar se sentindo como se não estivesse se exercitando o suficiente – isso é um processo de pensamento que pode prendê-lo a um ciclo de sentir-se incapaz. Se você perder um treino, tudo bem. Há sempre o próximo.

(Fonte)


Compartilhe com amigos! Obrigado