Conheça a história de ‘amor ao primeiro fígado’

É sempre divertido ouvir histórias de como os casais se conheceram – talvez eles se conheceram compartilhando um táxi, ou se encontraram numa festa quando estavam um pouco bêbados e desde então tentam mudar a história ao contá-la aos outros.  Ou talvez um salvou a vida do outro com uma doação de órgão?

Então, esta não é a típica história bonitinha de como um casal se conheceu, mas é uma grande história de amor.

Heather Krueger e Chris Dempsey provavelmente irão contar a sua história de amor por um longo tempo, já que eles são um ‘par que combina perfeitamente’.

casal

Em 2014, Heather foi diagnosticada com doença do fígado no estágio 4, e os médicos disseram que ela tinha somente alguns meses de vida, a menos que encontrasse um doador de órgãos.

Heather disse à ABC:

Disseram-me que eu tinha menos de 50 por cento de chance de viver mais do que dois meses.  Foi traumático.

krueger-problemas-no-figado

Para tornar a situação pior, encontrar um doador é uma tarefa longa e difícil – e ela não estava tendo sorte…  Até que Chris, um completo estranho na época, ouviu falar sobre sua situação.

Ele estava trabalhando como policial em Frankfort, no estado de Illinois, quando ouviu um colega falar sobre como Heather provavelmente iria morrer se não conseguisse um transplante de fígado.

Chris disse à CBS:

Fui fuzileiro naval por quatro anos e aprendi a nunca fugir de nada. Assim eu disse a mim mesmo, ‘hei, se puder ajudar, irei ajudar’.

No início, a família de Chris estava preocupada com sua abnegação.

Primeiramente, minha mãe estava nervosa por mim.  Algumas pessoas não compreendiam o porquê de eu fazer isto para uma estranha, mas à medida que o tempo passava, as pessoas mudavam sua visão e acabaram achando que era uma coisa legal que eu estava fazendo.

Após discutirem os detalhes do procedimento durante um almoço e terem uma conversa para refletirem sobre suas opções, o casal foi para o Hospital da Universidade de Chicago para o procedimento, que ocorre de forma tranquila.

doacao-de-figado

Mas após o procedimento ter ocorrido, Heather começou a pensar. Ela disse ao Today:

Ele me falou no começo de tudo, ‘Você não me deve absolutamente nada por isto.  Podemos cada um seguir com nossas vidas se é isso que você quer’.  Foi como se tivéssemos uma ligação especial, mas seria isto somente porque estava doente e me sentindo desta maneira?  Você tem meio que separar isso, mas após a cirurgia percebi que isto ia mais além.

…Muito mais além. Chris pediu Heather em casamento dezembro passado e casaram no início deste mês (outubro 2016).

casal-unido-pela-doacao-de-orgao

Provavelmente não havia sequer um olho seco na casa.

Moral da história: seja um(a) doador(a) de órgão. Você pode estar salvando a vida da(o) sua/seu futura(o) esposa(o).

eak

Fonte

Compartilhe suas emoções com o mundo. Deixe seu comentário...