Conheça o veículo aéreo que todos podem pilotar… supostamente

Compartilhe com amigo(a)s! Obrigado. :)

Franky Zapata, o inventor que vai além dos limites, proibido de lançar suas criações em seu país de origem, a França, em meio a preocupações regulatórias, revelou sua mais nova criação:

Inventor francês banido de seu país estreia novo hoverboard, no Texas

Conheça o veículo aéreo que todos podem pilotar

Ez Fly, uma hoverboard que utiliza propulsores a jato para fornecer elevação para a nave e piloto. Afirma-se que o veículo pode atingir uma velocidade surpreendente de 130 km/h, e embora este número pode ser menor do que a velocidade máxima comandada pela invenção anterior da Zapata, o Flyboard Air, parece que este modelo mais novo não requer mais que seus pilotos se ‘amarrem’ no aparelho.

 

Como é que funciona?

O Ez Fly é operado por uma única pessoa que fica na pequena base da ‘prancha’ e coloca as mãos em um conjunto de controles que sobressaem para cima da base. O controle no ar é conseguido através da mudança do seu peso, bem como é feita a operação de um scooter Segway.

O veículo Segway é para o solo, o EZ Fly voa.

Vale ressaltar que esse aparelho é diferente da hoverboard de Marty McFly, do filme De Volta Para o Futuro. Certamente, mais se parece com uma versão militarizada do andador de sua avó, e com alguns pequenos motores a jato anexados a ele, por precaução.

 

Uma demonstração no Texas

Os pilotos que realizaram a demonstração sobre um lago, no estado do Texas, pareciam bem a vontade ao operar o hovercraft, embora isso só possa sugerir prática anterior com o Ez Fly, em vez de ser evidência de sua suposta facilidade de uso. Os capacetes e o traje do piloto ainda sugerem que seja um esporte extremo mais do que um passeio de bicicleta.

 

É rápido, é fácil de usar, então qual é o problema?

O Ez Fly, segundo informações, ainda está na fase de prototipagem do desenvolvimento, com o preço de unidades individuais em até US$ 250.000. Talvez, sem surpresa, esses motores a jato são verdadeiros beberrões de combustível: eles consumiram cerca de 4 litros por minuto de operação. Em um mundo que lida com a idéia de se tornar verde, o mecanismo de impulso atual pode apenas manter este mercado relativamente pequeno, ao invés de evoluir para uma revolução ao estilo dos Jetsons.

(Fonte)


Compartilhe com amigo(a)s! Obrigado. :)