Conheça os “Homens Pangolim”, que protegem o animal mais traficado do mundo

Compartilhe com amigos! Obrigado

Homens Pangolim

Pangolins podem não ser muito bons quando se trata de se protegerem, mas é por isso que eles têm uma equipe de homens que se dedica a cuidar deles.

Estes membros da Tikki Hywood Trust, também conhecidos como “Homens Pangolim” do Zimbábue, são um grupo de voluntários que passam a vida cuidando da reabilitação dos pangolins que foram resgatados de caçadores.

Os cuidadores garantem que os mamíferos, que se alimentam de formigas, sejam capazes de caçar sozinhos, antes de serem liberados de volta na natureza.

Um dos voluntários diz no vídeo abaixo:

Caminhamos com eles, os alimentamos, os protegemos – como se fossem nossos filhos.

Em novembro de 2016, o fotógrafo da vida selvagem, Adrian Steirn, viajou para as instalações da organização e fotografou os Homens Pangolim com seus amigos escamosos – e os resultados foram de tirar o fôlego.

Steirn diz que queria capturar o vínculo incrível de confiança, exibida pelas criaturas e seus cuidadores, na esperança de que iria aumentar a consciência sobre a caça furtiva de pangolins.

Pangolins são considerados os animais mais traficados do mundo, devido à alta demanda por sua carne e escamas. Porém, a esperança já está no horizonte – delegados da ONU, em uma convenção da vida selvagem no ano passado, votaram para proibir o comércio de todas as oito espécies de pangolins asiáticos e africanos.

Veja o vídeo desses homens maravilhosos em ação, protegendo os valiosos animaizinhos (Para informações de como ativar a legenda em português, embora esta não seja precisa, clique aqui):

(Fonte)


Compartilhe com amigos! Obrigado