Corvo gênio teve que ser retirado de experimento

Compartilhe com amigos! Obrigado

corvo gênio

Um novo estudo publicado no Science Journal relata sobre uma pesquisa que descobriu algo incrivelmente surpreendente a respeito das habilidade excepcionalmente cognitivas dos corvos.

Os corvos, juntamente com outros pássaros, como as gralhas, pertencem a uma família chamada corvídeos. Os corvídeos chamaram a atenção dos pesquisadores por causa de sua surpreendente inteligência. No passado, estudos em corvos euro-asiáticos descobriram que as aves são capazes de armazenar alimentos para comer posteriormente, o que sugere que as criaturas são capazes de planejar eventos futuros. Esse tipo de comportamento é excepcionalmente raro no reino animal. Na verdade, antes dessa descoberta, acreditava-se que somente seres humanos e os grandes símios macacos eram capazes disso.

Alguns pesquisadores acreditavam que armazenar alimentos poderia ser o limite das habilidades cognitivas dessas aves. No entanto, outros suspeitavam que as aves pudessem ser muito mais capazes. Agora, um novo trabalho de pesquisa da Universidade de Lund, na Suécia, parece validar a última visão.

Os pesquisadores treinaram corvos para usarem uma máquina simples, onde se derrubassem uma pedra em um tubo, ganhariam uma recompensa alimentar. Mais tarde, eles foram colocados em uma sala com a mesma caixa de quebra-cabeças e uma fileira de objetos, inclusive a pedra e várias outras distrações. Quase todos os corvos pegaram a pedra e tentaram abrir a caixa do quebra-cabeças, e 86% deles foram bem-sucedidos.

De acordo com um dos autores do estudo, Can Kabadayi, doutorando em ciência cognitiva, um dos corvos descobriu como abrir a caixa do quebra-cabeças usando palitos. Este mesmo corvo foi um dos primeiros a descobrir como abrir a caixa do quebra-cabeças usando a pedra e foi visto ensinando outros corvos como trabalhar com o tubo.

Em um experimento seguinte, 78% dos corvos também conseguiram negociar com sucesso com os humanos e trocar bens por uma recompensa. Esta é uma taxa fenomenal de sucesso, pois é significativamente maior do que já foi encontrado em experimentos semelhantes realizados com macacos.

A inteligência dos pássaros veio como uma surpresa para os investigadores, especialmente considerando que, em algumas áreas, parecem ser ainda mais inteligentes do que os grandes símios. O cérebro de um macaco é bastante grande em comparação com outros animais, indicando seu alto nível de inteligência. No entanto, o cérebro de corvídeos é apenas do tamanho de uma noz. As investigações descobriram que as aves compensam o que lhes falta em tamanho com uma incrível densidade de neurônios em seus cérebros. De acordo com Kabadayi, suas velocidades de conexões neurais podem até ser mais rápidas do que as dos mamíferos, pois estão muito concentradas.

Veja abaixo o espertinho em ação:

eak

Fonte


Compartilhe com amigos! Obrigado