Dólar disparou? Cinco dicas para quem pensa em comprar a moeda americana

Compartilhe com amigo(a)s! Obrigado. :)

Com a atual disparada do dólar americano, de acordo com o artigo de Sophia Camargo, publicado no site economia.uol.com.br ainda em setembro passado, a dica de Leandro Martins, analista-chefe da Walpires Corretora, junto com Mauro Calil, consultor da Academia do Dinheiro e Nelson Gasparian, diretor da Cotação Corretora, para aqueles que pretendem viajar no final do ano é uma só: Comprem tudo que precisarem agora, antes que a moeda suba mais.

Porém, se o prazo de viagem for um pouco maior, pode-se ir comprando aos poucos, contudo eles já alertavam em setembro que a tendência de moeda era de alta, o que está sendo confirmado atualmente.

Mas, segundo o artigo, há também quem vê na alta do dólar uma oportunidade de ganhar dinheiro, e neste caso os especialistas alertam categoricamente que o dólar não é investimento.

Assim, os eles recomendam que a moeda só seja comprada quando for necessária para viagens, ou se a pessoa tiver compromissos com importação e exportação.

Portanto, abaixo estão as cinco dicas publicadas no economia.uol.com.br para aqueles que pensam em comprar dólares:

 

  • 1. Quem deve comprar dólar

    Deve comprar dólar quem terá alguma despesa na moeda, como viagem de lazer ou estudos, ou dívidas em dólar. Se precisar se proteger da alta da moeda, Nelson Gasparian, da Cotação, aconselha a investir em fundos cambiais e não comprar a moeda diretamente.

     

  • 2. Devo investir em dólar?

    Dólar não é investimento, afirma o educador financeiro Mauro Calil, da Academia do Dinheiro. “Ou o dólar valoriza ou desvaloriza. Ele não rende juros, nem aluguel, nem dividendos. Não te dá uma renda passiva. Dólar é mercadoria”, diz.

     

  • 3. Quais as perspectivas para o dólar?

    Tendência de alta para Mauro Calil. “Seja qual for o novo governo, ele terá um grande problema inflacionário e o dólar não perde da inflação”, diz. Para Leandro Martins, da Walpires Corretora, a moeda pode chegar a R$ 2,70, segundo apontam os gráficos. Gasparian, da Cotação, lembra que são perspectivas, pois ninguém pode afirmar com certeza o que vai acontecer com o câmbio.

     

  • 4. Tenho dólar. Vale a pena vender para lucrar?

    A não ser que a ideia seja a de não usar o câmbio nunca mais, Gasparian recomenda que mantenha a moeda consigo e não venda para usar depois. “As casas vendem a moeda a um preço maior do que compram; é assim que elas lucram. Então é difícil que o comprador consiga lucrar vendendo a moeda”.

     

  • 5. Vou viajar. Compro dólar agora ou espero passar as eleições? (Agora as eleições já passaram, mas a dica ainda é válida)

    Não é possível dizer o que vai acontecer com o dólar. Se tem o dinheiro para comprar agora e a viagem está próxima, é melhor garantir. Se não tem, o ideal é fazer o preço médio, ou seja, ir comprando aos poucos para não arriscar. Também faça pesquisa de preços entre as corretoras, pois o preço varia bastante.

    EAK

    Fonte das informações: Leandro Martins, analista-chefe da Walpires Corretora; Mauro Calil, consultor da Academia do Dinheiro e Nelson Gasparian, diretor da Cotação, empresa do Banco Rendimento, via economia.uol.com.br

     


Compartilhe com amigo(a)s! Obrigado. :)