Este é o primeiro picolé do mundo que não derrete

Este é o primeiro picolé do mundo que não derrete

Picolés derretendo no calor do verão podem em breve ser uma coisa do passado, graças a esta empresa de design de alimentos.

A Bompas & Parr criou o “primeiro picolé do mundo que não derrete” usando uma receita adaptada de “pykrete”, um gelo ultra-resiliente que foi desenvolvido durante a Segunda Guerra Mundial.

O inventor inglês, Geoffrey Pyke, desenvolveu o material como um meio de construir estruturas flutuantes invencíveis no meio do oceano. Sua receita consistia em misturar serragem e polpa de madeira com água que acabava sendo congelada. Devido às suas semelhanças com o concreto, foi nomeado ‘pykrete’ como uma combinação do nome do inventor e concreto em inglês (concrete).

No entanto, em vez de usar polpa de madeira e serragem, Bompass & Parr usaram fibras de fruta para os seus deleites resilientes.

Os picolés têm a capacidade de suportar temperaturas de 24 graus Celsius durante uma hora. A guloseima acabará por derreter após 24 horas, mas a vida útil prolongada ainda é muito superior aos seus concorrentes médios.

A empresa com sede em Londres revelou os picolés no início de agosto de 2018, e anunciou que os consumidores só seriam capazes de saborear os picolés em 22 de agosto no SCOOP, uma exposição de sorvete que ocorreu no Museu Britânico de Alimentos.

Se os protótipos forem considerados bem-sucedidos, poderemos vê-los em breve nas prateleiras dos supermercados.

Veja no vídeo abaixo o picolé da empresa no centro, comparado com outros picolés normais:

(Fonte)

Mesmo não derretendo tão rápido, ele deve congelar sua testa do mesmo jeito que os outros picolés o fazem, se você for apressado…

Compartilhe com as pessoas queridas: