Fabricação de drone de passageiros irá gerar lucro dentro de dois anos

Compartilhe com as pessoas queridas:

drone de passageiros

A empresa EHang da China, que está desenvolvendo um drone de passageiros, afirma que se tornará rentável nos próximos dois anos, disse seu co-fundador à CNBC.

A EHang atraiu a atenção mundial no ano passado, no Consumer Electronics Show em Las Vegas, onde apresentou um drone que tem a capacidade de transportar um passageiro humano em distâncias curtas e médias.

O drone elétrico, chamado EHang 184, pode transportar até 100 quilos por 25 minutos. Tem uma velocidade média de 60 km/h e tem um limite de altitude de 500 metros acima do nível do mar.

O veículo está sendo considerado como um meio de transporte para o futuro, em lugares como o Dubai.

Derrick Xiong, CEO e co-fundador da EHang, disse à CNBC no Fortune Global Forum, em Guangzhou, na China:

Este produto, EHang 184, é tão único que precisamos colocar muito dinheiro nele, e precisamos colocar muitos engenheiros.  Ainda não fizemos um único lucro desse produto, mas todas as outras linhas de produtos estão lucrando.

Mas o objetivo da empresa é se tornar rentável nos “próximos dois anos, com certeza”, disse Xiong.

Drones ou veículos aéreos não tripulados, começaram como alternativas mais baratas e seguras para aviões militares tripulados. Mas seu uso se ampliou. Os drones compactos e pessoais que são equipados com câmeras, tornaram-se populares para a fotografia aérea.

O mercado de drones deverá gerar mais de US$11,2 bilhões em receita até 2020, de acordo com uma previsão de fevereiro, da empresa de pesquisa, Gartner.

EHang está tentando explorar mais aplicativos comerciais para drones, de acordo com Xiong…

(Fonte)


Compartilhe com as pessoas queridas: