Falar sozinho é sinal de grande inteligência

Compartilhe com as pessoas queridas:

Falar consigo mesmo

Imagine a cena: um homem na rua caminha resmungando, enquanto olha os bolsos de seu casaco. Ao passar por ele na calçada, o que passa pela sua cabeça? “Esse cara está tendo um dia ruim”, ou talvez até mesmo “Eu deveria passar longe dessa pessoa maluca?”

Bem, talvez seja hora de repensar isso. Para cada vez que julgamos as pessoas que falam sozinhas, podemos estar discriminando alguém que possa ser muito mais inteligente do que a média. O poder do monólogo interior nos deu obras inteiras de ficção clássica e brilhante inovação científica — então por que mantemos uma opinião tão negativa a respeito disso?

Acontece que os cientistas estão descobrindo que o ato de falar sozinho pode ajudar a melhorar a sua função cerebral. Um estudo do Quarterly Journal of Experimental Psychology mostrou que na verdade falar sozinho permite que seu cérebro trabalhe mais eficientemente na identificação de objetos. Isto mostra que falar consigo mesmo pode ajudar a envolver os centros de memória do seu cérebro!

Ao pensarmos na nossa infância, torna-se claro que falamos com nós mesmos como uma forma de aprendizado. Este mecanismo de auto-resposta usa nossa própria voz como uma forma de aprender como as coisas soam, bem como a forma como se sente ao dizê-las — os dois importantes elementos de identificação do objeto. Aprendemos mais eficientemente ao falarmos durante nossas ações.

Além do mais, falar sozinho pode ser uma maneira de organizar os nossos pensamentos. Em meio à confusão ou desorganização, a ativação do nosso cérebro enlouquece, acendendo muitas partes de nossa mente a fim de dar sentido ao que está acontecendo. Verbalizar nossos pensamentos fornece um outro quadro de referência, uma fonte auto-criada de validação externa de nossas ações.

Então, da próxima vez que você estiver caminhando por aí e encontrar alguém falando sozinho, pense duas vezes antes de julgar esta pessoa. Ela pode estar usando uma forma sofisticada de feedback auto-referencial para ajudá-la a atingir seus objetivos, encontrar a perspectiva e tornar-se mais auto-confiante. Nada mal para uma pessoa louca, né?

eak

Fonte

Termos recentes de pesquisa:


Compartilhe com as pessoas queridas: