Funcionários da Google exigem que a empresa pare com projeto para o Pentágono

Compartilhe com amigos! Obrigado

googleMilhares de funcionários da empresa Google assinaram uma carta exigindo que a empresa se retire de seu trabalho em um projeto do Pentágono que constrói tecnologia de aprendizado de máquina, a qual poderia ser usada para a guerra de drones.

O New York Times publicou na quarta-feira (04/4/18) o texto da carta ao CEO da Google, Sundar Pichai, que supostamente tem mais de 3.100 assinaturas de funcionários, pedindo a suspensão do seu trabalho, conhecido como Projeto Maven.

A carta diz:

Acreditamos que a Google não deveria estar no negócio da guerra. Portanto, pedimos que o Projeto Maven seja cancelado e que a Google elabore, publique e aplique uma política clara, afirmando que nem a Google, nem seus contratantes, jamais construirão tecnologia de guerra.

De acordo com a carta, os funcionários levantaram suas preocupações sobre o programa internamente e a membro do conselho da Google, Diane Greene, disse que o trabalho da empresa não envolveria operar drones ou lançar armas. Mas os autores da carta dizem que essas garantias são insuficientes.

Eles ainda escreveram:

Esse plano prejudicará de maneira irreparável a marca da Google e sua capacidade de competir por talentos. Em meio aos crescentes temores de inteligência armada e preconceituosa, a Google já está lutando para manter a confiança do público.

Em uma declaração por e-mail para o jornal The Hill, um porta-voz da Google disse que a empresa estava contente que alguns de seus funcionários tinham fortes sentimentos sobre seu trabalho militar, mas enfatizou que o programa não envolve a construção de armas para os militares.

O porta-voz disse:

O Maven é um projeto bem divulgado do Departamento de Defesa e a Google está trabalhando em uma parte dele, especificamente para fins não ofensivos, e usando software de reconhecimento de objetos, que é de código aberto, disponível para qualquer cliente do Google Cloud.

Os modelos são baseados somente em dados não secretos. A tecnologia é usada para sinalizar imagens para revisão humana e tem a intenção de salvar vidas e evitar que as pessoas façam um trabalho altamente tedioso.

(Fonte)

Foi louvável a ação desses funcionários, pois já mais do que passou da hora do mundo parar com suas guerras estúpidas.

Uma boa descrição da guerra que ouvi por aí é a seguinte:

A guerra é um evento onde jovens que não se conhecem e nem se odeiam, se matam em nome de velhos que se conhecem e se odeiam.

Basta, não acham?


Compartilhe com amigos! Obrigado