Médicos retiram colher do esôfago de homem – um ano depois dele te-la engolido

Médicos retiram colher do esôfago de homem

Um homem na China tinha uma colher de aço alojada em seu esôfago por um ano, mas, surpreendentemente, o utensílio meio engolido não causou muito desconforto. 

O homem – identificado apenas como ‘Sr. Zhang’ – engoliu a colher em um desafio em 2017, e o talher prontamente ficou preso no tubo estreito que conecta sua boca ao estômago, disseram representantes do Hospital Geral de Xinjiang Meikuang, em um comunicado. Meses se passaram, mas a irritação não foi séria o suficiente para levar o homem a procurar atendimento médico. No entanto, isso tudo mudou na semana passada quando ele começou a sentir dores no peito e ter dificuldade em respirar depois de ter levado um soco no peito. 

Três médicos realizaram o procedimento para remover a colher em 22 de outubro (2018). Duas horas depois, a colher – que mede cerca de 20 centímetros de comprimento – viu a luz do dia pela primeira vez em um ano, informaram autoridades do hospital.

Quando Zhang visitou o hospital, ele estava segurando seu peito e parecia estar com muita dor, Dr. Yu Xiwu, diretor do Departamento de Otorrinolaringologia do hospital, disse na declaração. O exame revelou um corpo estranho de metal “na parte superior da faringe até o esôfago”, e quando os médicos observaram a garganta de Zhang com um endoscópio (um tubo longo e fino com uma câmera acoplada), avistaram a colher revestida de muco. 


A colher foi recuperada após um procedimento que durou mais de duas horas. 
Crédito: Xinjiang Meikuang General Hospital 

“Fiquei muito surpreso. Eu nunca encontrei um paciente semelhante”, disse o Dr. Xiwu. 

Os médicos determinaram que o objeto poderia ser fatal a menos que fosse removido imediatamente, e eles extraíram a colher através da boca de Zhang usando um par de fórceps, de acordo com representantes do hospital. 

As pessoas costumam engolir coisas que não deveriam, como isqueiros, dentaduras e lesmas de jardim. Exemplos como estes – juntamente com a colher – podem ocorrer por acidentes ou lapsos temporários de julgamento. No entanto, às vezes as pessoas engolem repetidamente objetos que podem prejudicá-los. Em 2016, um homem de 42 anos de idade deliberadamente engoliu 40 canivetes – alguns fechados e outros abertos – durante um período de dois meses, alegando que o fazia porque gostava do sabor. 

Após sua cirurgia, Zhang ficou descansando confortavelmente. Esperançosamente, ele ficou um pouco mais sábio depois de sua provação.

(Fonte)

Por favor, tenham muito cuidado para que isso não aconteça na sua casa…

Compartilhe com as pessoas queridas: