Mulher saudita celebra o fim da proibição de motoristas femininas na Arábia Saudita, dirigindo um carro de F1

Compartilhe com as pessoas queridas:

Mulheres de toda a Arábia Saudita celebram um dia histórico para seu país: o dia em que as mulheres sauditas são legalmente autorizadas a dirigir nas estradas do reino.

A decisão de levantar a proibição arcaica foi tomada pelo príncipe herdeiro Mohammed bin Salman em setembro de 2017, tornando a Arábia Saudita o último país do mundo a permitir que as mulheres dirijam.

A pilota de corrida, Aseel Al-Hamad, decidiu marcar o emocionante dia ao fazer uma volta comemorativa ao redor do circuito Le Castellet em um carro de corrida Renault da Formula 1 de 2012.

O carro de Al-Hamad fez parte de um desfile de pré-corrida para receber de volta o primeiro Grand Prix francês em 10 anos.

Ela disse em um comunicado:

Eu adoro corridas e esportes motorizados desde bem jovem e dirigir um carro de Fórmula 1 vai além dos meus sonhos e o que eu achei que fosse possível.

Espero que fazê-lo no dia em que as mulheres possam dirigir nas estradas do reino da Arábia Saudita, mostre o que você pode fazer se tiver paixão e espírito para sonhar.

A coisa mais importante que estou ansiosa é para começar a ver a próxima geração, garotas jovens, tentando [o esporte a motor]. Eu quero vê-las treinando e levando o esporte muito a sério como carreira. Esta vai ser realmente a minha maior conquista.

https://twitter.com/F1/status/1010992405741367296

Al-Hamad também marcou o dia emocionante, dirigindo sua primeira volta num circuito de corrida em seu país de origem.

(Para instruções de como ativar a legenda em português, embora não ela não seja exata, clique aqui):

(Fonte)

Simplesmente inacreditável que em pleno Século XXI ainda há este tipo de proibição.  Ainda bem que o Príncipe herdeiro tomou “semancol” e aboliu essa lei estúpida.


Compartilhe com as pessoas queridas: