Nesta cidade turca, pobre não passa fome

Compartilhe com as pessoas queridas:

O restaurante Merkez, em uma pequena cidade turca do leste de Karakocan, é um dos muitos estabelecimentos da cidade em que os necessitados são convidados a comer gratuitamente.

A tradição foi passada de geração em geração por décadas.

nesta cidade turca pobre não passa fome

Restaurante Merkez.

Mehmet Ozturk, de 55 anos, proprietário do Merkez, diz que sempre mantém pelo menos três mesas reservadas para os necessitados, mesmo durante as horas de pico, quando seu restaurante está cheio.

Mehmet diz que pelo menos 15 pessoas chegam ao restaurante dele todos os dias, para receber uma refeição grátis. De acordo com os moradores, cerca de 100 pessoas comem gratuitamente todos os dias em toda a cidade, que é o lar de cerca de 28 mil habitantes.

Galip (foto abaixo) é um dos rostos familiares no restaurante e tem comido lá todos os dias, pelos últimos 10 anos.

Galip, um “cliente” regular no Merkez.

Sofrendo de doenças mentais, Galip não fala muito. Mas ele disse para o site Middle East Eye:

O Merkez é o meu lugar favorito na cidade, porque a comida é excelente.

De acordo com os moradores da cidade, a tradição de alimentar os necessitados de forma gratuita, começou na década de 1940, no Merkez Restaurant, um dos primeiros restaurantes da cidade, quando os antigos proprietários começaram a oferecer refeições gratuitas para aqueles, que precisavam todos os dias. A prática foi rapidamente seguida por outros restaurantes na área.

Mehmet, o atual proprietário, disse:

Lembro-me de Hacı Huseyin, ex-proprietário do restaurante, e testemunhei o seu entusiasmo quando eu era garçom, em uma idade muito jovem.
Ele costumava procurar por pessoas carentes nas ruas para alimentar, trazê-las em grupos para o restaurante, às vezes três, às vezes cinco vezes por dia.

Hasan Gulbasan gerenciou cinco restaurantes diferentes em Karakocan, e agora é dono do restaurante Saray Lokantasi.

Hasan diz que começou a receber chamadas de estranhos por toda a Turquia, que queriam agradecê-lo, após saberem da tradição.

Ele disse:

Eu lhes digo, que o que fazemos não é único. Convidar os pobres não afeta os meus ganhos. Se trás alguma coisa, é barakah (bênçãos).

(Fonte)

Algo interessante a ser notado é que, irrelevantemente da nacionalidade ou país, sempre há pessoas verdadeiramente humanas por esse mundo afora, que se importam com os necessitados. Realmente, uma ação muito nobre dessas pessoas na Turquia, que deveria ser copiada no mundo todo.

E você, se tivesse um restaurante, faria esta ação de caridade, que os restaurantes desta cidade Turca fazem?


Compartilhe com as pessoas queridas: