Nokia procura por empresas startups no Brasil

Compartilhe com as pessoas queridas:

Nokia procura por empresas startups no Brasil

A Nokia está à procura de startups brasileiras que desenvolvam ofertas baseadas na abordagem da Internet das Coisas (Internet of Things (IoT)) para uma iniciativa de aceleração global.

A sexta edição do Nokia Open Innovation Challenge, em parceria com a NGP Capital, quer atrair empreendimentos focados em novos produtos e serviços, dentro do domínio industrial IoT.

De acordo com a diretora de marketing da empresa para a América Latina, Diana Coll, um dos objetivos locais do projeto é fomentar o alto volume de startups brasileiras criadas por estudantes ou recém-formados.

Ela disse:

Queremos apoiar a longevidade desses empreendimentos.

Para esta edição, optamos pelo foco em soluções, sistemas, plataformas e aplicativos que geram eficiência e inteligência no domínio da automação industrial – e temos uma contribuição significativa a ser feita para o setor industrial brasileiro.

No geral, o Nokia Open Innovation Challenge verá os especialistas e mentores da empresa apoiando os empreendimentos, que estarão colaborando com os pesquisadores para aprimorar ou criar a primeira implementação comercial de suas ofertas.

Além disso, os finalistas do programa global receberão US$175.000 em apoio financeiro, além de obter acesso às instalações de pesquisa e desenvolvimento da Nokia pela duração do programa.

De acordo com a Nokia, o objetivo final da iniciativa é “encontrar uma empresa que possa potencialmente ser parceira de soluções inovadoras conjuntas”.

Os empreendedores podem se inscrever para participar do projeto até o dia 6 de setembro (2018). As startups selecionadas serão anunciadas em dezembro e apresentarão seus projetos no Laboratório da Nokia Bell em Nova Jersey.

Em 2015, a Nokia começou a manifestar interesse em explorar oportunidades dentro da IoT no Brasil. Assinou um acordo com a operadora móvel local Oi em torno do desenvolvimento de produtos e serviços no campo.

Sob a parceria, um conjunto de recursos seria investido em áreas como agronegócio, carros conectados e e-health, bem como moradias inteligentes e cidades…

…O governo brasileiro lançou a estratégia do país para a Internet das Coisas no início deste ano, com um foco inicial nas verticais centrais de cidades inteligentes, saúde, agronegócios e manufatura.

(Fonte)

Se você é uma startup e quer participar do projeto, clique aqui.

Uma ótima oportunidade para a turma inovadora de tecnologia no Brasil…


Compartilhe com as pessoas queridas: