O Homem Árvore de Bangladesh foi curado

Compartilhe com as pessoas queridas:

Epidermodysplasia verruciformis é difícil de se pronunciar. “Doença do Homem Árvore” é muito mais fácil de se pronunciar e compreender – é uma condição rara que causa com que a pele humana se pareça com a casca de uma árvore.  Abul Bajandar, de Bangladesh, contraiu esta doença há poucos anos e acabou se tornando notícia mundial. O governo de Bangladesh prometeu ajudá-lo a pagar pelo seu tratamento e pela pesquisa para encontrar a cura. Foi anunciado que Abul é a primeira pessoa a ser curada da Doença do Homem Árvore.

A cura de Bajandar foi um feito notável na história da ciência médica.

Samanta Lal Sen, cirurgião plástico coordenador do Hospital da Faculdade Médica de Dhaka, orgulhosamente descreve o resultado final do enorme esforço que começou há poucos anos, quando o motorista de riquixá, Abul Bajandar, agora com 27 anos, notou mudanças na pele de suas mãos. À medida que elas ficaram cobertas pelas enormes verrugas similares à casca de árvore, forçando-o a parar de trabalhar, os médicos determinaram que ele era uma das quatro pessoas no mundo infectadas por Epidermodysplasia verruciformis, que na época pensava-se não ter cura.  Ela é uma doença de pele hereditária genética recessiva autossômica, a qual causa infecções incontroláveis de papilomavirose (HPV), resultando no crescimento de lesões enormes parecidas com casca de árvore nas mãos e nos pés.

homem árvore

Beneficiando-se do fato de viver na era das redes sociais, o problema de Bajandar recebeu atenção mundial em janeiro de 2016, quando fotos de suas mãos se tornaram ‘virais’ na Internet, junto com um pedido desesperado:

Nunca pensei que não seria mais capaz de segurar minha filha nas minhas mãos.

O ministro da saúde de Bangladesh, Mohammad Nasim, anunciou que o governo pagaria pelo seu tratamento e pela pesquisa da doença, na esperança de encontrar uma cura. Abul, sua esposa e filha se mudaram para o Hospital da Faculdade Médica de Dhaka, e vivem lá pelo último ano, enquanto os cirurgiões plásticos trabalharam em suas mãos.

Operamos ele pelo menos 16 vezes para remover as verrugas. As mãos e pés agora estão quase perfeitas. Ele receberá alta dentro dos próximos 30 dias, após algumas pequenas cirurgias para aperfeiçoar o formato de suas mãos.

Samanta Lal Sen chama a cirurgia para remover os 5 quilos de verrugas e reformular as mãos de Abul “um notável marco na história da ciência médica”. Até agora, as verrugas não cresceram de volta. Se isso permanecer, Abul Bajandar será a primeira pessoa na história a ser curado totalmente da “Doença do Homem Árvore”. Isso é uma boa notícia para ele e para a sua filha, porque a doença é hereditária.

Parabéns aos médicos de Bangladesh. Vamos torcer para que a condição de Abul permaneça saudável.

eak

Fonte

Termos recentes de pesquisa:


Compartilhe com as pessoas queridas: