O poder da gratidão

Compartilhe com amigo(a)s! Obrigado. :)

gratidão

Lembrando de ser grato/a

Nesses dias em que tanto se quer, precisamos abrir espaço para refletir sobre tudo o que já temos e o quanto isso merece nosso sentimento de gratidão. A gratidão pode ser de dois tipos: interna e externa.

A externa é a mais comum. É orientada a ação. Quando alguém faz algo que lhe beneficia de alguma forma você diz muito obrigado. Muitas vezes esse agradecimento é mais por uma questão de educação. Por isso, em momentos quando alguém fizer algo realmente especial por você é legal oferecer algo diferente como uma carta de agradecimento por exemplo. Isso destaca, causa um impacto maior e fica na memória.

A gratidão interna é menos tradicional e deveria ser praticada mais. É quando nos sentimos gratos pelo que a vida nos oferece. Tiramos um pouco o foco do querer para observar o que já temos e como isso é motivo de alegria.

Podemos começar essa reflexão nos sentindo gratos por termos nossas necessidades básicas satisfeitas como moradia, alimentação, vestimenta. Por mais incrível que possa parecer ainda vemos muita gente que ainda passa muita dificuldade nesse sentido. Podemos nos sentir gratos pelas pessoas que nos fazem bem como família e amigos. Podemos nos sentir gratos por termos saúde. Esse é um outro item que sabemos existem muitos que sofrem restrição. Nesse momento, além dessas coisas mais óbvias, vale procurar aquilo que é simples e que talvez nem lembrássemos não fosse esse exercício, como por exemplo, uma boa conversa que se teve com alguém durante o dia.

Exercitar a nossa gratidão é uma tarefa que exige comprometimento e uma certa disciplina de lembrar para seja feita com frequência. Conseguindo adotar esse hábito, muito se ganha. É um grande recurso para melhoria do bem-estar que contribui para maior felicidade.

-Juan O’Keefe (https://www.evolucaopessoal.com.br)

O Poder da Gratidão


Compartilhe com amigo(a)s! Obrigado. :)