O poder da técnica de ‘olhar olho-a-olho’: O que acontece se você fixar seus olhos nos olhos de outras pessoas

Compartilhe com as pessoas queridas:

Encontrei o artigo abaixo, escrito por Joe Marino, enquanto navegava pela Internet, e achei muito interessante. Assim, compartilho aqui com vocês, porém alertando que não testei os resultados deste exercício:

A primeira vez que tive uma experiência de olhar olho-a-olho, fiquei pasmo pelo que vi e senti. A conexão que você sente com outro ser humano, as visualizações de vidas passadas (para quem acredita nesta possibilidade), os potenciais futuros e mais. Tudo pode se tornar muito real enquanto fizer este exercício.

É claro, há muitas intenções diferentes que você pode preparar antes de uma sessão de ‘olhar olho-a-olho’, que podem extrair uma gama de resultados, mas vamos pular para como proceder para executar uma dessas sessões, e de lá você pode explorar quais seriam os benefícios de tal prática.

Quando o contato entre duas pessoas é iniciado e mantido, um circuito invisível de energia é estabelecido entre os dois participantes, dissolvendo barreiras que ordinariamente os separam, colocando-os mais próximos dentro do compartilhamento consciente da união – Will Johnson

Já no início é possível que alguns de nós podem pensar que isto se trata de alguma prática da “nova era” ou algo espiritual. Posso lhe assegurar que isto pode ser usado por qualquer um e, enquanto as experiências que podemos ter a partir de uma sessão podem ser diferentes, todos certamente sentirão algo e provavelmente colherão benefícios.

Intenção

Se você for fazer isto só ou não, ou com um(a) parceiro(a), prepare algum tipo de intenção que você quer atingir com o processo. Pode ser algo tão simples quanto querer ganhar mais conforto dentro de si ou com o outro, até olhar em algo mais profundo, como vidas passadas.  Você também pode usar esta técnica para se conectar mais profundamente com alguém para compreender o sentimento da outra pessoa, apaziguar uma tensão e assim por diante.

Preparar a sua intenção é muito simples: você diz a si mesmo o que está procurando atingir e então permite que isto se concretize ao começar o processo. Na situação de um(a) parceiro(a), é melhor que ambos estejam trabalhando com a mesma intenção.

Geralmente, isto pode ser feito de forma mais poderosa com um(a) parceiro(a), porém fazendo isto só pode também ser uma grande experiência.  Para começar, você primeiro fecha os seus olhos e acalme um pouco sua mente por alguns segundos.  Para fazer isto, simplesmente foque em sua respiração e tente se libertar de qualquer expectativa sobre o processo.

 

Se estiver fazendo o exercício só

Abra seus olhos após acalmar sua mente com o processo acima. Olhe nos seus olhos no espelho e se permita ficar mais e mais confortável olhando nos próprios olhos. Após alguns minutos você poderá notar que seu redor ser tornará mais fora de foco e finalmente você pode somente ver seus olhos e nada mais.  Dali para frente, o processo irá variar dependendo da intenção que você inicialmente teve.  Isto é praticamente tudo que há no processo, pois o que será revelado a você depende da sua intenção. Você pode permitir que isso continue pelo tempo que quiser, mas geralmente quanto mais longa for a experiência, melhor.  Você pode não notar muito após somente alguns minutos, assim você pode querer ficar pelo menos de 5 a 10 minutos no exercício.

 

Olhando ‘olho-a-olho’ com um(a) parceiro(a)

Ambas as pessoas devem sentar confortavelmente, de frente uma para outra.  Abra seus olhos após acalmar a mente e comece a olhar nos olhos da outra pessoa.  Geralmente seus olhos podem querer focar mais no olho esquerdo ou direito da outra pessoa. Escolha um lado e permaneça lá. Ao longo do tempo, você poderá notar várias cores ou formas mudando quando se trata de sua visão da outra pessoa.  A chave é simplesmente deixar as coisas acontecerem e não focar muito nisto.

Os seus arredores provavelmente ficarão fora de foco e as coisas geralmente tomarão seu curso a partir dali.  Uma vez mais, isto é baseado na intenção que vocês tiveram.  É importante notar que ter a mente aberta para como as coisas irão prosseguir é um ponto chave, pois os mesmos resultados poderão não ocorrer para todo mundo. De forma similar quando se pratica o exercício só, o tanto de tempo que você escolher para olhar depende exclusivamente de vocês, mas geralmente os resultados são melhores quando feito por 5 minutos ou mais.

 

Olhando ‘olho-a-olho’ para uma experiência mais íntima

Isto é geralmente mais apropriado para casais do que aqueles com uma relação próxima. Isto pode se tornar uma experiência mais íntima e pode fornecer uma assistência para um conexão antes de se tornar íntimo(a) com alguém.  A intenção de conectar profundamente com o(a) parceiro(a) é feita no início; a partir dali o processo é muito similar aos métodos anteriores.

Sente-se de frente à outra pessoa e comece a respirar confortavelmente. Com cada respiração permita tornar-se mais e mais aberto e confortável com a conexão à outra pessoa. Permita que o processo se desenrole lentamente e você notará que começará a se sentir muito mais unido(a) com a outra pessoa.  Os papeis entre vocês dois irão desaparecer e uma conexão mais verdadeira, alma-a-alma, será feita. Você pode então permitir que o processo vá aonde você escolher.

Sinta-se a vontade em tentar estes exercícios com a frequência que quiser. Não há uma forma certa ou errada para fazer isto. Contanto que não tivermos expectativas e nos mantermos abertos ao processo, ele geralmente pode acontecer bem facilmente por si mesmo…

Será que funciona mesmo?

Só tentando mesmo para saber.

n3m3

Fonte

Termos recentes de pesquisa:


Compartilhe com as pessoas queridas: