Países do mundo se mobilizam para eliminar os canudos de plástico

Compartilhe com as pessoas queridas:

eliminar os canudos de plástico

Estas firmas e regiões estão até as tampas com canudos de plástico sendo usados uma única vez – e elas estão dando grandes passos para eliminá-los do uso regular em todo o mundo.

Graças a um projeto de lei proposto pelo deputado Ian Calderon, os restaurantes sem drive-thru na Califórnia, nos EUA, podem ser obrigados a perguntar aos clientes se eles querem canudos antes de fornecê-los. Embora a legislação não afete os restaurantes de fast food ou as lanchonetes, ele diz que é um simples passo na direção certa, para a mudança das atitudes dos negócios e dos consumidores a respeito dos canudos de plástico.

Calderon escreveu no Twitter:

Há quanto tempo as pessoas sabem que o plástico é prejudicial ao meio ambiente? Ainda assim, todos nós o usamos. Esta é uma medida que ajuda a mudar o comportamento.

Enquanto a Califórnia poderia ser o primeiro estado dos EUA a aprovar a legislação sobre canudos, a cidade de Seattle já aprovou um projeto de lei que proibirá restaurantes e lanchonetes de distribuir canudos de plástico para os clientes em julho de 2018 – no entanto, as empresas ainda poderão fornecer opções recicláveis ​​ou biodegradáveis.

Enquanto isso, a rede multinacional de café, Coffee Costa, anunciou recentemente que vão retirar canudos plásticos este ano, a favor de uma alternativa mais ecológica.

Da mesma forma, a rede asiática de alimentos, Wagamama, substituirá seus canudos plásticos por opções biodegradáveis, ​​no Dia da Terra. A lanchonete, Pret A Manger, com sede no Reino Unido, disse que fabricaram canudos de papel disponíveis gratuitamente em alguns de seus restaurantes, juntamente com canudos de plástico disponíveis a pedido do cliente no balcão de atendimento.

Os objetivos co-alinham com o plano de ação de 25 anos, apresentado pela primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, para ‘erradicar todos os resíduos de plástico evitáveis’ até 2042. O resto da União Européia planeja exigir que todas as embalagens plásticas de uso único, sejam recicláveis até 2030.

(Fonte)


Compartilhe com as pessoas queridas: