Vítima do Holocausto, de 102 anos, se encontra com sobrinho após pensar que toda sua família havia morrido

Compartilhe com as pessoas queridas:

Vítima do Holocausto

Eliahu Pietruszka escapou da Polônia no começo da Segunda Guerra Mundial, pensando que toda a sua família havia morrido. Mas em novembro de 2017, ele descobriu que um irmão mais novo também havia sobrevivido e que o filho de seu irmão, Alexandre, de 66 anos, estava voando da Rússia para vê-lo.

A reunião foi possível graças a um abrangente banco de dados on-line de vítimas, criadas pelo Yad Vashem, memorial oficial de Israel às vítimas do Holocausto. Dado o número cada vez menor de sobreviventes e suas idades avançadas, o evento parecia estar entre os últimos desse tipo.

(Fonte)

Veja abaixo o vídeo do encontro, seguido pela tradução de parte da conversa entre Eliahu e seu sobrinho, Alexandre, no vídeo (embora a legenda do vídeo possa ser ativada em português, ela não é totalmente correta. Para instruções de como ativar a legenda, clique aqui):

Eliahu: Estou tão feliz que posso vê-lo e em falar com você. É um grande evento para mim.

Alexandre: Obrigado.

Eliahu: Não dormi por duas noites, esperando por você.

Alexandre: Eu prometi…

Eliahu: Estou tão feliz que posso falar com você e ver você. Tão bom rapaz. E você é a cópia do seu pai…

Eliahu diz ao final do video:

Agora você tem uma grande família aqui em Israel. Você não ficará sozinho…

As atrocidades que aqueles monstros fizeram com milhões de pessoas na Segunda Guerra Mundial nunca devem ser esquecidas, pois não podem jamais ser repetidas na história da raça humana.

É emocionante ver esta criatura frágil, já no fim de sua vida, encontrar com seu sobrinho.

Que o resto de sua vida seja repleto desta mesma felicidade.


Compartilhe com as pessoas queridas: