Você consegue resolver o quebra-cabeça da vela de 1945? Sua solução requer criatividade

Este quebra-cabeça foi postumamente publicado por Karl Duncker em 1945. Embora aparentemente simples, este teste de desempenho cognitivo tem um pequeno truque na manga. Vamos apenas dizer que esse quebra-cabeça lógico requer algum pensamento fora do quadrado. Continue a ler para ver o problema e a solução, e aprender mais sobre a história por trás desse famoso problema. 

Aqui está o problema 

Você está em uma sala com uma mesa empurrada contra a parede. Nele há uma caixa de tachinhas, fósforos e uma vela. Você deve prender a vela acesa na parede, de forma que a cera não caia sobre a mesa ou no chão. Como você conclui essa tarefa? 

Quando estiver pronto, role para baixo para ver a resposta.

quebra-cabeça da vela de 1945

 A Solução e o Histórico 

Para completar esta tarefa boba, você pode tirar as tachas da caixa, prender a caixa na parede com as tachas, e colocar a vela acesa dentro da caixa. Ta-daaah!

Você conseguiu resolver antes de ler a resposta? 

Duncker observou que esse problema exige que os participantes superem sua tendência de “fixação funcional”. Ele descreveu isso como um “bloqueio mental contra o uso de um objeto de uma nova maneira que é necessária para resolver um problema”.

Neste problema, a caixa das tachinhas é fundamental. Os participantes tiveram dificuldade em ver a caixa de qualquer outra forma que não seja uma coisa que contenha tachas.

Uma variação deste problema tinha as tachas apresentadas aos participantes fora da caixa, e os participantes eram muito mais propensos a descobrir a estratégia.

A moral da pesquisa de Duncker? Pense fora da caixa, literalmente, e não fique muito preso às funções habituais dos objetos familiares.

(Fonte)

Termos recentes de pesquisa:

Compartilhe com as pessoas queridas: